Rins: Funções

Ao filtrar o sangue, os rins são essenciais para manter o equilíbrio dos fluídos corporais e a estrutura bioquímica do organismo. Além disso, os rins também produzem vários hormônios.

As principais funções dos rins são:

Desprezar resíduos via urina. Os resíduos são produzidos no organismo, por exemplo, durante a degradação proteica. Exemplos de resíduos são ureia , ácido úrico e creatinina . Se estas substâncias se acumulam no corpo, elas podem atingir concentrações tóxicas (“uremia”) e causar danos a muitos órgãos diferentes.

Regulação de água, sódio, íons hidrogênio e outros eletrólitos (por exemplo, potássio, fosfato, cálcio). Ao modificar a composição da urina, os rins mantêm não somente o volume dos fluídos corporais, mas também a composição. Estes mecanismos se ajustam de acordo com as necessidades corporais e a ingestão de água e eletrólitos.

Produção e degradação de hormônios. Os rins são o local exclusivo para a produção de vitamina D ativa (calcitriol), que atua no intestino para aumentar a absorção de cálcio e nos ossos para manter a mineralização normal. Além disso, os rins produzem eritropoietina e renina. O fator de crescimento eritropoietina estimula a medula óssea a produzir glóbulos vermelhos. Renina ajuda a regular a pressão sanguínea. Os rins também degradam certos hormônios, como o hormônio paratireóide, a calcitonina e a insulina.

Figura 1: componentes do sistema urinário